Diante de um plenário lotado, durante a realização de uma audiência pública acerca do concurso público da Prefeitura de Gravatá, o vereador Neném de Uruçu fez graves acusações acerca da legalidade do concurso.

Vereador Neném de Uruçu. Foto: Gilvan Silva

“O conselho que eu dou a vocês é de que estudem mais para passar em outro concurso, porque esse teve ‘cartas marcadas’, vi gente que já saiu das provas comemorando a aprovação”.

Disse o parlamentar que completou afirmando que a atual gestão estava certa em anular o concurso e que ela sempre ouvia a população (apesar de não comparecer à audiência e de não receber a comissão mesmo diante de inúmeras tentativas de contato).
Vereador Bruno Sales. Foto: Gilvan Silva

O vereador, que também é servidor efetivo do município como Guarda Municipal, foi indagado pelo seu colega, o vereador Bruno Sales, acerca do concurso no qual ele foi aprovado e nomeado.

“Diante dessa afirmação de que esse concurso tem cartas marcadas, no seu concurso também teve ou só porque você participou ele foi legal? O senhor tem como provar essas acusações? Ninguém vive de ‘achismo’ aqui não, se você fala, você tem que provar!”.

Disse com ênfase ao defender os concurseiros.
Vereadores Bruno Sales e Neném de Uruçu. Foto: Gilvan Silva

O vereador Neném de Uruçu se aproximou de Bruno Sales, e ficou lhe encarando atentamente, quando Bruno disparou.

“Ta olhando para minha cara? tenho medo de cara feia não!”.

Disse.

Indignada com a falta de respeito do vereador Neném de Uruçu, a população demonstrou sua desaprovação e repudiou a atitude do vereador.

“Lamentável ver um representante do povo ter uma atitude dessas”

“Ele, que é concursado abrir a boca para dizer que nós não estudamos é um absurdo”

“Uma total falta de empatia”

“Não vamos esquecer dessas palavras, isso atinge toda uma classe”

“Ele usou nossa luta pra fazer guerra política, está na hora de descer do palanque e trabalhar pelo povo”

Esses foram alguns dos comentários de quem estava presente na câmara.

A advogada da Adm&Tec solicitou à Câmara Municipal as gravações da audiência para tomar providências jurídicas acerca da declaração do parlamentar.



PubGS - Você viu, seu cliente verá!

Os comentários estão desativados.