Comerciante de diversas categorias protestaram nesta quinta-feira (18/03) contra o fechamento do Comércio local de Gravatá, Agreste de Pernambuco. Diversas palavras de desabafo e incentivo ao comércio foram ditas, além de cartazes, placas e banners marcaram o manifesto organizado na praça Rodolfo de Moraes.

Representando o legislativo, o vereador Bruno Sales (PSDB) marcou presença e se colocou ao lado dos Comerciantes. Bruno Sales também é comerciante e sente a dor do Comércio Local.

“Eu também sou comerciante e estou aqui hoje como comerciante e não como Vereador. Sei a dor de cada um, de cada pai de família nesse momento onde os comércios estão fechados por meio de um decreto do governador. Não podemos ficar calados, protocolei hoje um oficio, fico a disposição de todos os comerciantes. Vamos juntos unidos pelo comércio”, disse o vereador.

Os comerciantes seguiram até o Paço Municipal (Prefeitura Municipal de Gravatá) onde aguardaram a presença do prefeito Padre Joselito Gomes (PSB), para que ele se manifestasse e pudesse se pronunciar sobre a classe, mas infelizmente, o prefeito não apareceu. Não se pronunciou em defesa do Comércio.

Entristecidos com a não presença do padre, os comerciantes seguiram pelo centro da cidade onde demonstraram sua força, incentivando outros comerciantes a participarem.

As manifestações pró comércio finalizaram na Praça da Matriz, em frente a Paróquia de Sant’Ana. A classe alta dos comerciantes de Gravatá não participou do manifesto em favor da própria classe.

Os Comerciantes também sentiram a falta dos representantes do Comércio Local. A Polícia Militar, Civil, GATI e os efetivos da Guarda Municipal de Gravatá, estiveram presentes dando suporte. Vale enfatizar que os Comerciantes planejam em breve realizar mais uma manifestação.



PubGS - Você viu, seu cliente verá!

Os comentários estão desativados.