Foto: Nilson Silva

A Prefeitura de Gravatá por meio da Secretaria de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer (SECTUCEL), realizou nesta quarta-feira (24/03), uma reunião no auditório da Secretaria de Educação, com autoridades municipais para definir o esquema de segurança pública e de trânsito local e abastecimento de água durante o período de Semana Santa na cidade.

Este foi o primeiro encontro relacionado a Semana Santa entre gestão e autoridades de diversos órgãos. Estiveram presentes o prefeito Joselito Gomes (PSB); o vice-prefeito e secretário da SECTUCEL, Júnior Darita; representantes da Polícia Rodoviária Federal; Polícia Militar; Polícia Civil; Conselho Tutelar; Compesa; Secretaria de Segurança e Defesa Civil e Planejamento e Orçamento.

Em sua fala, o prefeito deixou claro que haverá eventos particulares na cidade além da encenação do Espetáculo “A Nossa Paixão de Cristo 2022” encenado desde 1984 pelo Instituto Cultural e Ecológico Terra Agreste (ICETAG).

Sabendo das limitações para realização de eventos impostas pelo Governo de Pernambuco, onde existe o limite de 10,000 pessoas, talvez neste ano, não haja atrações com bandas no Pátio de Eventos Chucre Mussa Zarzar.

Por esse motivo, o comércio local segue na incerteza, já que as atrações chamam os turistas, e nesses períodos festivos, há uma grande procura por Gravatá. São hotéis, pousadas e priveis lotados e consequentemente aumentando as vendas e o consumindo no comércio.

Sem a realização de shows no Pátio de Eventos, o comércio poderá ter prejuízos significativos, já que os eventos privados geralmente atraem visitantes flutuantes, que consomem no próprio evento e ao termino, deixam a cidade.

A grande maioria dos turistas vem a Gravatá para aproveitar o clima de montanha, e buscam justamente os eventos realizados no Pátio de Eventos.

Como foi a primeira reunião, espera-se que a gestão possa debater ainda a possibilidade da realização de eventos no Pátio de Eventos, ou remaneje para outros pontos que possam comportar as limitações que ainda existem, a exemplo do Mercado Cultural de Gravatá.

Vale lembrar que o Governo de Pernambuco pode até lá, flexibilizar a quantidade de pessoas possibilitando ou não, a realização de shows no Pátio de Eventos. Mas, vale ressaltar ainda que por conta da proximidade das datas, a gestão não consiga fechar uma grade de programação de shows a tempo.



Move - Você viu, seu cliente verá!

Os comentários estão desativados.