Gravataenses que foram sorteados pela Caixa Econômica Federal, no sorteio das Casas Populares de Gravatá, estiveram na manhã desta sexta-feira (09/04), na sede do CADÚNICO, onde funciona a Secretaria de Assistência Social.

Acompanhados de OITO verdadeiros representantes do povo, sendo eles, os vereadores: Gil Dantas (PSDB), Bruno Sales (PSDB), Toinho da Rodoviária (PTB), Regis da Compesa (PSL), Tadeuzinho (PSDB), Nino da Guaiola (PP), Léo do AR (PSDB), e Adeildo do Abacaxi (MDB). Além do competentíssimo Advogado, Paulo Lins, os gravataenses cobravam da Secretária de Assistência Social, Viviane Facundes, a entrega das casas populares que foram sorteadas na gestão do ex-prefeito, Joaquim Neto.

Foram 40 minutos de espera para tentar dialogo com a secretária, que infelizmente não atendeu nem os vereadores, nem os sorteados. Revoltados, os sorteados deixaram o prédio sem nenhuma resposta por parte da Atual Gestão e informaram que buscarão junto aos oito vereadores e do advogado, outros meios legais para elucidar esse caso.

Para a imprensa local, contemplados afirmaram que supostos funcionários da Caixa Econômica Federal estariam indo até a secretaria de Assistência Social comunicar que haverá um novo sorteio, o que segundo eles é desnecessário.

Ainda segundo os sorteados, a secretária teria solicitado a presença da Polícia Militar e da Guarda Municipal da Cidade.



PubGS - Você viu, seu cliente verá!

Os comentários estão desativados.