Imagem: Pernambuco Notícias

O site Pernambuco Notícias, noticiou no finalzinho da tarde desta segunda-feira (12/04), que a mulher do Secretário de obras, Gleice Kelly do Nascimento Malta, 33 anos, teria sido privilegiada com a vacinação contra o Covid-19.

Segundo o site, a vacinação ocorreu no dia 15 de fevereiro deste ano. Ainda seguindo o site, uma fonte que foi preservada, relatou que, Kelly teria chegado no trabalho relatando que ‘teve o privilégio de ser vacinada sem ser de grupo de risco’.

Ainda segundo o Pernambuco Notícias, a reportagem manteve contato com o secretário de obras da prefeitura de Gravatá, Ricardo Malta, facultando a ele e a esposa o direito de ampla defesa.

O secretário disse ao site que sua esposa trabalha no Centro de Inclusão de Gravatá (CIG) e que além da esposa, todas as pessoas que lá trabalham foram vacinadas porque trabalham com crianças especiais: “acredito que foi uma forma de proteger as crianças e os profissionais que trabalham nessa área”, confirmou o secretário ao site.

Ainda segundo o site, o Secretário foi mais além, e disse que o comentário de que a sua esposa estaria se gabando de ter sido vacinada não corresponde com o perfil dela: fazer algo errado e sair se gabando.

O site informou que dois vereadores da Câmara Municipal de Gravatá devem acionar o Ministério Público e demais órgãos de fiscalização e controle para saber se necessariamente os profissionais do CIG deveriam ser imunizados. Se a esposa do secretário foi imunizada, com outras pessoas, sem autorização, a mesma poderá responder criminalmente e pagar multa.

Leia a notícia na Integra acessando o SITE: PERNAMBUCO NOTÍCIAS



PubGS - Você viu, seu cliente verá!

Os comentários estão desativados.