Foto: Ednaldo Lourenço / Arquivo (PMG)

Estamos no Outono, sinônimo de dias mais curtos e temperaturas mais amenas. Entretanto, é importante que os cuidados contra a proliferação do Aedes aegypti, transmissor de doenças, como dengue, zika e chikungunya, sejam mantidos nessa estação.

Em Gravatá, por exemplo, moradores de diversas localidades da cidade, cobram nas emissoras de Rádio e nas redes sociais, a passagem do carro fumacê.

A reportagem do De Olho Em Gravatá acompanha de perto, o aumento nos casos envolvendo o Aedes aegypti no Estado de Pernambuco, e isso tem preocupado os moradores.

Em Caruaru, distante cerca de 54 km de Gravatá, a morte de um adolescente com suspeita de dengue hemorrágica, ocorrida no domingo (17/04), no Hospital Mestre Vitalino (HMV), vem sendo investigada.

Por meio de nota, o HMV informou que a vítima havia sido transferida da Unidade de Pronto Atendimento Estadual (UPA-24h RECIFE), com febre, vômitos e dores nas articulações.

UTILIZAÇÃO DO CARRO FUMACÊ:

O tratamento a Ultrabaixo Volume (UVB), que consiste na aplicação espacial de inseticidas a baixíssimo volume, conhecido como carro fumacê, usado para eliminação do mosquito transmissor da dengue na fase adulta, não é indicado para combater a infestação de muriçoca.

Os veículos devem percorrer a cidade à noite e no início da manhã, períodos indicados para a aplicação do veneno por causa dos hábitos do mosquito transmissor da dengue, da febre chicungunya e do zika vírus. Segundo os especialistas, o Aedes aegypti costuma voar ao amanhecer e ao anoitecer.

A Prefeitura de Gravatá, deve se atentar aos relatos e realizar com urgência, a passagem do carro fumacê nos perímetros urbanos e rurais.

Outra solução que a prefeitura poderia inserir, seria a passagem de profissionais com o termonebulizador portátil, garantindo agilidade e que localidade de difícil acesso do carro fumacê, seja acompanhada.

Confira algumas medidas para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti:

  • Realizar limpeza periódica e vedamento dos tambores e tanques;
  • Limpar semanalmente os ralos e usar tela de malha fina;
  • Destinar o lixo para coleta pública;
  • Escoar a água dos pratos e suportes de plantas;
  • Limpar e drenar calhas, lajes e piscinas;
  • Manter os lotes limpos.


Move - Você viu, seu cliente verá!

Os comentários estão desativados.