O Prefeito Joaquim Neto, junto com os secretários municipais, apresentaram para os promotores Luís Sávio e Fernanda da Nóbrega, o balanço do ano de 2020 do programa cidade pacífica, nesta segunda-feira (07).

Gravatá é a primeira cidade a apresentar o balanço do programa cidade pacífica, criado em 2013, pelo Ministério Público de Pernambuco e foi aderido pela Prefeitura de Gravatá em abril de 2018.

Promotor, Luís Sávio. Foto: Vanessa Bastos

“Estamos surpresos em receber o balanço desse programa que é de extrema importância para a cidade e Gravatá é a primeira que está apresentando os resultados. Joaquim e todos que participaram, estão de parabéns pelos resultados e pelo empenho nesse programa. Esperamos que mais municípios façam o mesmo”, relatou o promotor Luís Sávio.

O município de Gravatá está entre as quatro cidades que receberam o certificado de cidade pacífica, assim como Caruaru, Lagoa Grande e Escada.

Prefeito de Gravatá, Joaquim Neto. Foto: Vanessa Bastos

“Saimos daqui com a sensação de dever cumprido. Fizemos a nossa parte e fico muito feliz que Gravatá tenha sido uma das cidades com certificado do programa cidade pacífica. Isso tudo foi um trabalho em conjunto, em equipe. Parabéns a todos que se desempenharam para que isso acontecesse”, disse o Prefeito Joaquim Neto.

O Programa Cidade Pacífica, destina-se a apoiar a adoção de medidas concretas, por parte dos gestores municipais, para reduzir os índices de criminalidade e aumentar a sensação de segurança nos moradores.



PubGS - Você viu, seu cliente verá!

Os comentários estão desativados.