Mesa diretora. Foto: Gilvan Silva

O presidente da Câmara Municipal de Gravatá, Léo do AR (PSDB), colocou em votação durante a sessão ordinária desta terça-feira (14/09) o Projetos de Lei que institui a Ficha Limpa Municipal (nº007/2021) que afasta de vez, funcionários, secretários, dentre outros, que estejam enquadrados na lei, impedindo-os de exercer funções públicas na Prefeitura de Gravatá e na Câmara Municipal.

Vereadores Autores do Projeto de Lei. Foto: Gilvan Silva

O projeto de Lei nº021/2013, é de autoria de Léo do AR, e foi votada e aprovada em 2013, mas acabou engavetada na gestão do ex-prefeito Bruno Martiniano (sem partido). Agora, o grupo formado por 8 vereadores, reformularam o projeto que foi apreciado e votado.

Diante da bancada de vereadores, o projeto foi APROVADO por 15×0, sendo unanimidade da casa legislativa.

14 dos 15 Vereadores votantes no projeto. Foto: Gilvan Silva

Agora, o projeto será encaminhado para o gabinete do prefeito Joselito Gomes (PSB), que terá um prazo regimental para promulgada a Lei. Caso ele não decrete, caberá ao Presidente da Câmara, Léo do AR (PSDB), a promulgação, e se esse não o fizer em igual prazo, caberá ao Vice-Presidente da Câmara, Bruno Sales (PSDB), fazê-lo.

Após a promulgação, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) deverá ser provocado para que a gestão municipal afaste funcionários enquadrados na Ficha Suja.



PubGS - Você viu, seu cliente verá!

Os comentários estão desativados.