Mesmo na dificuldade por conta da pandemia, comércio volta a respirar

Reportagem
8024

Pouco a pouco, o comércio da cidade de Gravatá, distante 86 km da capital pernambucana, volta a respirar. Devido a pandemia que ainda estamos enfrentando, várias empresas fecharam e demitiram trabalhadores das mais diversas áreas.

Por outro lado, novas empresas já se instalam em Gravatá, e iniciaram o processo de contratação. Basta andar no comércio para notar as mudanças. Loja de eletrodomésticos, moveis, e farmácias estão na lista de empresas que investem com o retorno do comércio.

Houve um aumento na procura por materiais de construção e empresas especializadas em recolhimento de entulhos, a exemplo da empresa Papa Metralha de Gravatá, que dobrou os recolhimentos de resíduos.

Outra empresa que quadruplicou seu faturamento, foi as Drogarias Ultra Popular, reconhecida por ter os melhores preços de medicamentos, sendo a rede de farmácias mais barata do brasil.

A procura por rações e produtos para animais também cresceu, exemplo da empresa Estilo Animal, localizada no centro da cidade, ao lado da praça do sapo.

Algumas atividades anda não retornaram, mas tudo depende das pessoas se conscientizarem e seguirem o que determina os decretos municipais e estaduais.

Deixe uma resposta