Agentes de Combate a Endemias – (ACE) e Agentes Comunitário de Saúde – (ACS), estiveram na manhã desta segunda-feira (01/08), na Casa Elias Torres, sede da Câmara de Vereadores de Gravatá, Agreste de Pernambuco. Eles reivindicam o cumprimento do repasse do piso salarial, concedido pelo Governo Federal.

A líder do movimento pró agentes Tatiante Fradique, informou a reportagem do De Olho Em Gravatá, que o Secretário de Saúde do Município, Dr. Edson Souza, havia informado aos agentes que o Projeto de Lei – (PL), que concede o reajuste, chegaria no legislativo nesta segunda, algo que não ocorreu.

Os agentes foram atendidos pelo presidente da Câmara de Vereadores de Gravatá Léo do AR (PSDB), que no dia (28/07), havia solicitado por ofício ao executivo, o encaminhamento do projeto de lei a Câmara.

Léo do AR destinou a sala das sessões para que os agentes debatessem sobre o assunto. Como o projeto não havia chegado ao Legislativo, os agentes junto com os vereadores presentes, foram até a sede do executivo, para que houvesse uma definição sobre o projeto.

Na prefeitura, uma comissão, formada por 5 Agentes de Combate a Endemias – (ACE) e 5 Agentes Comunitário de Saúde – (ACS) foi atendida pelo Chefe de gabinete, Lucas Noia, e pelo procurador, Brasilio.

Foi definido que o projeto chagará há Câmara até as 13h desta segunda-feira, ou na terça (02/08), e uma votação extraordinária será realizada na quarta-feira (03/08), às 15h, na Câmara de Vereadores. O projeto será votado em duas sessões.

Dos 15 parlamentares, apenas os vereadores Gil Dantas (PSDB), Nego Suíno (PSB), Nino da Gaiola (PP), Bruno Sales (PSDB), Regis da Compesa (PSL) e Léo do AR (PSDB), se fizeram presentes.

Move - Você viu, seu cliente verá!

Os comentários estão desativados.