Gustavo da Serraria teve 30 dias para solicitar o projeto, e não o fez porque?

4347

O vereador de oposição, Gustavo da Serraria (PV), teve 30 dias para solicitar a Casa Elias Torres o projeto de Nº 012/2019 que visa doar um pequeno terreno para a construção da Associação dos Moradores do Bairro Porta Florada.

Mesmo ele tendo esse prazo, que é definido para qualquer parlamentar da casa, ele deixou para pedir vista do projeto no dia da votação, alegando que teria solicitado da associação, documentos, atrapalhando assim, os moradores daquela localidade.

A última reunião do período regimental, foi realizada na quarta-feira (18). Pelo regimento, o vereador que pediu vista do projeto, tem três dias para devolver o mesmo para votação. Ou seja, ele deverá devolver neste sábado (21).

O presidente da Câmara, Léo do AR (PSDB), informou que em respeito aos moradores, uma reunião extra ordinária será marcada para a votação deste projeto.

Na página oficial do De Olho Em Gravatá no Facebook, a assessora parlamentar do vereador, Bel Santos, informou através de uma pequena nota, que o vereador “Solicitou o pedido de vista ao Projeto de lei, para tanto averiguar as devidas legalidades, a área verde cedida, como aos trabalhos realizados pela Associação na Comunidade do Loteamento Porta Florada“, A nota ainda diz; “Solicitei documentações referentes às atividades da mesma, assim estaria claramente aparado de informações para votar no projeto de lei“.

Foto: Gilvan Silva\ASCOM

Por outro lado, o vereador Léo do AR partiu em defesa dos moradores do bairro Porta Florada, durante entrevista concedida a emissora de Rádio, Nova FM, programa, Redação da Nova.

Ouça a Entrevista na Integra:
Áudio: De Olho Em Gravatá
Gustavo da Serraria teve 30 dias para solicitar o projeto, e não o fez porque?
4.6 (92.68%) 825 votos

Deixe Sua Opinião!

- - Aproveite e Anuncie no De Olho Em Gravatá - -

Anuncie