Fotos: Igor da Nóbrega / Cortesia

A Companhia Pernambucana de Saneamento – Compesa, vem cobrando uma taxa absurda de 100% sobre o valor de abastecimento de água, para esgoto na cidade de Gravatá, Agreste de Pernambuco.

Além de prejudicar os gravataenses, que no momento, não estão preparados para novas tarifações por conta da pandemia, a Compesa atingirá diretamente os profissionais da categoria de Lava Jatos da cidade.

Em média, um estabelecimento que gasta por exemplo; R$500 reais, deverá pagar o dobro, ou seja, R$1.000,00 (um mil reais), por conta da taxa de esgoto.

A Câmara de Vereadores de Gravatá já está ciente do caso, e repudia a Compesa pelas absurdas cobranças no município. Um grupo formado por 8 vereadores vem agindo e buscando soluções para os gravataenses.



PubGS - Você viu, seu cliente verá!

Os comentários estão desativados.