A Câmara de Dirigentes Lojistas de Gravatá (CDL), emitiu o ofício nº013/2021, solicitando ao prefeito de Gravatá, Padre Joselito Gomes (PSB), o enquadramento do ramo de Óticas aos serviços essenciais liberados pelo Governo do Estado.

O pedido visa atender a associados da Câmara de Dirigentes que estão sendo prejudicado com as novas normas de funcionamento por meio do decreto do estado.

O ofício foi emitido ao gabinete do prefeito nesta terça-feira (02/03), pela presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Gravatá, Maria Valéria Bezerra. Confira abaixo o que diz o ofício.

“A CDL Gravatá vem a vossa presença, expressar o desejo de nossos associados no ramo de óticas, que são preservadores assíduos da saúde de seus clientes na preservação de seus bem-estares, em nome deles, solicitamos vossos préstimos no sentido de colocar estes empreendimentos no rol das atividades essenciais para seu funcionamento.

Certos de contarmos com o acolhimento de nosso pleito ora explicitado, elevamos nossos protestos de iliba estima”.

Cabe agora o prefeito acatar ou não o pedido da CDL para acrescentar essa categoria como essencial.

Confira o ofício no integra!



PubGS - Você viu, seu cliente verá!

Os comentários estão desativados.