Caso Zezinho Klima: Testemunhas depõem na Delegacia de Vitória

Reportagem
70528

A reportagem do De Olho Em Gravatá, em conjunto com a reportagem do De Olho Em Vitória; o locutor de Rádio, Raul Valois e o jornalista, Igor Nobrega do Correio Notícias, estiveram na manhã deste sábado (31/10), na Delegacia de Polícia Regional em Vitória de Santo Antão, Zona da Mata Sul.

Quatro pessoas onde seus nomes foram preservados, prestaram depoimento na delegacia de polícia sobre o caso envolvendo um veiculo modelo, Chevrolet Caravan, pertencente ao candidato a vereador de Gravatá, Zezinho Klima (PT).

Segundo as testemunhas, Zezinho Klima estaria de posse de uma garrafa pet contendo gasolina, que segundo eles, foi jogado por ele, dentro do capô do carro. Após ter jogado o liquido inflamável, teria pego uma caixa de fósforos e ateado fogo.

Uma das testemunhas que estava passando ao lado do veiculo, presenciou o momento que o proprietário ateou fogo, e afirmou que só não foi atingido pelas labaredas, porque estava com os vidros do carro fechados.

Uma das testemunhas afirmou que após o proprietário do veiculo ter ateado fogo, o mesmo ficou olhando o fogaréu consumir o carro. Graças as ligações das testemunhas ao Corpo de Bombeiros, o fogo foi controlado, pois segundo as quatro testemunhas, o proprietário nem ligar para os Bombeiros, ligou.


Por outro lado, Zezinho Klima, se defendeu dizendo que teria que retirar o veiculo do local por Ordem Judicial da Promotoria, o que foi confirmado por uma das testemunhas, mas que o veiculo estava quebrado, e o mecânico não estava com tempo para consertar, então tentou por conta própria consertar.

Afirmou que lavou o distribuidor do veículo com Gasolina e segundo ele, as centelhas do cabo de velas teria provocado o incêndio. O mesmo afirmou que não lembrou do extintor de incêndio.

Um B.O (Boletim de Ocorrência), foi protocolado sob o nº 20E0043001281 na Delegacia de Polícia Regional em Vitória de Santo Antão, que segue com as investigações.

Os comentários estão desativados.