Foto: De Olho Em Gravatá

Mesmo tendo conhecimento do caso publicado com exclusividade pelo De Olho Em Gravatá há 2 semanas, a Prefeitura de Gravatá não tomou nenhuma atitude quanto ao acumulo de água suja em piscinas pertencentes ao antigo Cohatá Club, no bairro da Cohab I.

Inicialmente, os moradores relataram a existência de uma piscina, mas na realidade são duas, uma adulta e outra para criança, ambas com água suja acumulada e parada há meses.

Além das piscinas, outro local tem preocupado ainda mais os moradores. Trata-se da Casa das Maquinas que também pertence às piscinas.

Esse local específico está lotado de água suja e parada, mas o diferencial é a escuridão, sendo o local propício para a reprodução do Aedes aegypti, vetor de doenças como dengue, zika vírus e chikungunya.

E por falar em Aedes aegypti, certa de 90% dos moradores que residem nas proximidades do antigo Cohatá, relataram que foram contaminados com a dengue ou chikungunya, e reclamam da ausência dos agentes de endemias no bairro.

Enquanto isso, os moradores seguem sem solução para o problema, e cobram da prefeitura o esvaziamento dos reservatórios e o aterramento dos mesmos, evitando novos acúmulos.

Eles solicitam também, o retorno dos agentes de endemias no bairro, além da passagem do carro fumacê.



Move - Você viu, seu cliente verá!

Os comentários estão desativados.