Professores decidem permanecer em greve em todo Estado

133
(Post atualizado em: 17 de abril de 2015)



Professores da rede estadual de ensino decidiram agora a pouco em assembleia que irão permanecer em greve. Mesmo sob ameaça de cumprir pena diária de R$ 30 mil, os professores resolveram continuar de braços cruzados pelo menos até o dia 27, quando está marcada nova assembleia da categoria, em local ainda a ser definido. A assembleia dessa sexta-feira aconteceu no auditório Guarapares, no Centro de Conveções.

O Sindicato dos Trabalhados em Educação de Pernambuco (Sintepe) já foi notificado a respeito da decisão judicial, que determinava o retorno da categoria às salas de aula, e informou que nesta tarde de sexta-feira, estará entrando na Justiça para recorrer da decisão. A ilegalidade da greve, no entanto, será definida em um julgamento por três desembargadores do Tribunal de Justiça de Pernambuco. Ainda não há previsão de quando o julgamento acontecerá.

A principal reivindicação dos docentes é a extensão do reajuste de 13, 01% a todos os profissionais e não apenas aos de nível médio, como consta no projeto de lei 79/2015, aprovado no dia 31 de março na Assembleia Legislativa. Segundo a Secretaria de Educação, 46% das unidades não funcionaram total ou parcialmente na última quinta-feira. Para o sindicato dos professores, foram 70%.

A assembleia dessa sexta-feira também foi acompanhada por diversos alunos do ensino médio de escolas do estado. Os estudantes mostraram que estão apoiando o movimento grevista da categoria. 


(Com informações de Thais Arruda)


Professores decidem permanecer em greve em todo Estado
Ainda não votou
Like
Curtir Amei Haha Uau Triste Irritado

Compartilhar no WhatsApp:


Boa Live Gravata