Parceria entre Prefeitura de Gravatá e Sebrae oferece oficina para inovação do artesanato local

147
(Post atualizado em: 11 de junho de 2016)
Parceria entre prefeitura e Sebrae 

Uma parceria firmada entre a Prefeitura de Gravatá e o Sebrae oferece aos artesãos da cidade, localizada no Agreste, a oportunidade de participar de oficinas para a inovação dos produtos que já são a cara do município. O objetivo é que, com um olhar diferenciado, se consiga alavancar ainda mais a produção e vendas deles. As bonequinhas da sorte, por exemplo, recebem um novo visual e compõem novas peças.

Os artesãos de Gravatá irão expor os produtos na XVII Feira Nacional de Negócios e Artesanato (Fenearte), no próximo mês, em Olinda, na qual terão a oportunidade de lançar, em um stand exclusivo do Sebrae, as novas peças produzidas com as bonequinhas da sorte.

Na manhã desta sexta-feira (10), estiveram reunidos na Secretaria de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer, as artesãs que produzem a bonequinha da sorte, o representante dos trabalhadores de madeira, do Círculo Operário de Gravatá, representantes do Sebrae. Na ocasião, discutiram a forma de exposição do produtos na Fenearte e a produção deles.

“O objetivo deste encontro é mostrar os artesãos que é possível criar novos produtos sem perder a originalidade e, desta forma, aumentar as vendas e produção. Esta ação visa valorizar ainda mais a bonequinha da sorte que, em Gravatá, é um produto que leva o nome do município para o mundo inteiro”, destacou a secretária executiva de Turismo, Priscylla Lopes.

A gestora do Projeto de Turismo, Cultura e Artesanato do Sebrae, Maria Marisete, explicou como acontece a consultoria e o apoio aos artesãos de Gravatá. “Para esta nova coleção, os artesãos contam com o nosso apoio, sem custo. Estamos em contato com os produtores desde maio e a consultoria será realizada até o mês de julho. Nós mostramos as oportunidades e condições de inovação e criação de novos produtos. Com a ajuda de especialistas, a exemplo do profissional de designer, fica mais fácil criar”, disse.

Com um olhar específico para a criação de novas peças artesanais, com foco na matéria prima da cidade, o consultor de designer do Sebrae, Gilson Miranda falou como acontece o processo de criação. “O primeiro passo para a criação, foi ouvir os produtores e quais as necessidades que eles tinham para inovação. Então, observamos que a bonequinha da sorte era comercializada de forma isolada”, disse ele, ao destacar que foi pensado em utilizar a madeira, por ser um material que, também, é produzido na cidade. “Além disso, pensamos também no custo, para que a produção tenha um baixo valor e que possa ser comercializado de forma que qualquer pessoa possa adquirir”, enfatizou.

Para a artesã, Adiene Lino do Nascimento, esta ação é de grande importância e motivo de alegria para o grupo. “Nós precisávamos desse ‘empurrãozinho’ para criar novos produtos e, assim, aumentar a nossa renda. Eu trabalho com a confecção das bonequinhas há dez anos e, por falta de conhecimento técnico, não sabia usar meu produto em uma nova peça. Tenho certeza que será um sucesso. Estou apostando nisso”, disse a produtora que tem como a bonequinha da sorte a sua principal fonte de renda.


Parceria entre Prefeitura de Gravatá e Sebrae oferece oficina para inovação do artesanato local
Ainda não votou
Like
Curtir Amei Haha Uau Triste Irritado

Compartilhar no WhatsApp: