Moradores de Gravatá sofrem com a falta de abastecimento de água

Os moradores de Gravatá sofrem com essa situação é pedem soluções urgentes

3275

Várias Ruas e Bairros da cidade de Gravatá, no agreste do estado, vem sofrendo com problemas no abastecimento de água que infelizmente, está totalmente desregulado. No calendário oficial da Compesa, quando é divulgado a imprensa local, informa-se dias e locais onde supostamente a água chegaria, mais na verdade não chega.

Diariamente, vários moradores procuram a redação do DE OLHO EM GRAVATÁ para denunciar e reivindicar seus direitos como consumidores. Há relatos que em determinados locais, o abastecimento não é feito desdo natal, como tem lugares que estão á 15, 20, 30 dias sem água, um absurdo que é fato.

A barragem de Amaraji, que abasteci várias cidades, dentre elas, Gravatá, está a dois palmos de sangrar. O Fotógrafo Allan Torres, foi até a barragem conferir se há ou não água para cidade.

Segundo informações colhidas por nossa reportagem, Gravatá hoje sofre com a falta de abastecimento e com um rodízio desregulado, por falta de investimento do GOVERNO DO ESTADO DE PERNAMBUCO. A ETA Gravatá, não tem estrutura para suportar tanta água, e por isso, não tem como armazenar grandes quantidades de água que vem de Amaraji, causando desperdício quando o barreamento sangra.

Os moradores de Gravatá sofrem com essa situação é pedem soluções urgentes para que o abastecimento de água na cidade, seja regularizado o mais rápido possível.

CONFIRA ALGUMAS IMAGENS DA BARRAGEM DE AMARAJI

 

Moradores de Gravatá sofrem com a falta de abastecimento de água
Ainda não votou
Anuncie