Após as chuvas que ocorreram nos últimos dias em Gravatá, agreste de Pernambuco, os moradores de alguns bairros do município, estão reclamando da má qualidade da água que chega nas casas. De acordo com os moradores, a água está barrenta e com mau cheiro.

Não é a primeira vez que a empresa de fornecimento de água em Gravatá e denunciada pelos mesmos problemas nas distribuições.

A Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) foi condenada a pagar R$ 200 mil por ter fornecido, em 2015, água fora dos padrões mínimos de potabilidade à população de Caçado, município do Agreste do Estado. A decisão do juiz Rafael Sampaio, daquela cidade, prevê ainda multa semanal de R$ 20 mil se não forem corrigidas eventuais irregularidades. Calçado tem cerca de 11 mil habitantes, fica entre Jupi e Lajedo. A sentença foi anunciada no dia (07/06/17) pelo Ministério Público Estadual (MPPE).

Em Gravatá, o Ministério Público já tomou conhecimento e começa a analisar o caso. Uma manifestação de Nº38796082017-7, foi protocolada, e aguarda procedimentos do MPPE.

Gravataenses reclamam da má qualidade da água fornecida pela Compesa
4.7 (93.89%) 36 votos
Like
Curtir Amei Haha Uau Triste Irritado
297

Compartilhar no WhatsApp:


Deixe seu comentário

Boa Live Gravata