As festas juninas estão chegando e elas trazem o aumento da venda de fogos em Gravatá. A cidade é um dos polos mais atrativos para os vendedores e compradores, que buscam aproveitar este período com muita festa e tradição.

Um dos principais centros comerciais de fogos da cidade está localizado na Rua Lamartine de Farias Castro, no Bairro do Padro, próximo à BR 232, rua que segue em frente à Escola Cleto Campelo. O ponto está instalado há 18 anos e conta com mais de cinco barracas que vendem os mais variados itens juninos. As vendas iniciam por volta das 7h e vão até às 21h. A expectativa de vendas sempre é muito grande a cada ano, já que com o grande fluxo de turistas no município nesta época, a procura pelos produtos aumenta bastante.

Tenho minha barraca há sete anos. Nesse ano de 2019, comecei os preparativos bem cedo para que todos consigam garantir seus fogos e decorações. Aqui, vendo de tudo. Além dos fogos, tenho balões, espantalhos, bonecos de pano e de vassoura”, comentou o vendedor Ivanildo Nunes, dono de uma das barracas da Rua Lamartine de Farias Castro.

A Feira de Fogos de Gravatá já possui mais de 40 anos e conta com produtores da própria terra, que fabricam o material manualmente. A feira já esteve instalada em diversas localidades da cidade, como próximo à Estação do Artesão, em frente à Escola de Referência em Ensino Médio Devaldo Borges e ao lado do Rei das Coxinhas. No período junino, os vendedores chegam a vender mais de 10 mil fogos de artifício e conseguem aumentar esse número a cada ano.

O comerciante Zenildo Jorge tem sua barraca na feira há dois anos e está com grandes expectativas para as vendas de 2019.

O nosso maior público em relação aos fogos são as crianças. Os que mais saem são as chuvinhas, estrelinhas, abelhinhas, girândolas e as velinhas tradicionais. Além disso, outras pessoas também fazem compras aqui para revenderem em outras cidades da região. Isso é muito bom, pois mostra que somos um ponto de referência”, disse.

CUIDADOS COM A SEGURANÇA!

Especialistas em segurança advertem que em todos os lugares, os fogos mais procurados são os infantis, como o marciano, estalos, estrelinhas e aviãozinho. Por isso, neste período do ano, é importante que os pais e responsáveis advirtam seus filhos sobre o uso dos fogos e os auxiliem na hora do manuseio. Além disso, é essencial que as crianças não fiquem com bombinhas nos bolsos, não acendam fogos perto do rosto, não reaproveitem os fogos que estão falhando, não acendam rojões perto de hospitais ou de fios elétricos e fiquem atentos à classificação de idade para o uso dos fogos.

Feira de Fogos de Gravatá: Uma tradição com mais de 40 anos
4.8 (95.44%) 482 votos
Deixe seu Comentário!

- - anuncie aqui - -

Anuncie