Confira se Brejinho, Kliper, Amaraji e Jucazinho tem água ou não para abastecer Gravatá

356


O vereador de oposição “Léo do AR PSDB” Visitou as barragens de Brejinho, Kliper, Amaraji e Jucazinho, para saber se de fato tem ou não tem água nas barragens para abastecer a cidade de Gravatá, no agreste do estado.


Barragem de Brejinho. Fotos Gilvan Silva 
A primeira barragem a ser verificada foi a de Brejinho. Lá, foi constatado que de fato, a situação não é favorável, encontra-se no rio morto e com sua placa de identificação totalmente danificada. 


Barragem de Kliper transbordando de água.  






Saindo de Brejinho, seguimos para a barragem de Kliper, já lá, a água é abundante e está ultrapassando seu limite. A água da barragem de Kliper está se perdendo invés de ser transferida para nossa cidade.


Água da Barragem de Amaraji indo para o Mar.   
Já na Barragem de Amaraji, uma tristeza, rios e rios de água se perdendo, indo parar no mar invés de ir para as residências dos moradores que tanto sofrem com a falta de abastecimento sem necessidade, algo constatado pelo Vereador e por nossa equipe.

Vista do paradão. Foto Gilvan Silva






O paredão da Barragem de Amaraji tem cerca de 9.000 metros, quando de fato era para ter, 13.000 metros. 



Jucazinho. Foto Gilvan Silva 

Saindo de Amaraji, nossa equipe percorreu vários quilômetros passando por Chã Grande, Bezerros, Cumaru, Povoado de Areias, até chegar no nosso último destino, Jucazinho. Por lá, a situação se iguala a de Brejinho, encontra-se em rio morto. Cerca de 20% da capacidade da água de Jucazinho vinha para Gravatá. O que se ver por lá hoje, é um imenso paredão para uma quantidade inferior de água.

  • CONCLUSÃO DO DE OLHO EM GRAVATÁ.

Após um dia inteiro de viajem, a equipe do DE OLHO EM GRAVATÁ chegou a conclusão que em Gravatá, não há necessidade de um racionamento sem calendário nem data certa para a água chegar nas torneiras do povo. Racionamento esse que qualificamos como ilegal, uma vez que constatamos o desperdício de água na barragem de Amaraji e Kliper que estão além de sua capacidade. Hoje Amaraji tem água suficiente para abastecer Gravatá e Bezerros juntas sem a necessidade de um racionamento.

  • CONCLUSÃO DO VEREADOR LÉO DO AR.

Eu como fiscalizador do povo não poderia deixar de vim fiscalizar de perto a real situação das barragens que abastecem nossa cidade. É fato que as barragens de Brejinho e Jucazinho não estão transbordando de água, mais as mesmas constam com água mesmo em rio morto. Já Amaraji e Kliper estão transbordando de água, o necessário para abastecer nossa cidade sem precisar de racionamento. É triste ver nossa água sendo mal administrada e
indo parar no mar, como foi constatado em Amaraji. Vou procurar tomar as providências cabíveis para que alguém responsavel pelo não abastecimento de água na cidade, responda e traga soluções.


Foto Gilvan Silva 

Além do vereador Léo do AR, o Redator Chefe do Gravatá Notícias “Clebson Amsterdam” e o nosso guia “GPS Rural” também estiveram presentes acompanhando todo trajeto desdo inicio.





Direto da Redação: Gilvan Silva
NRG: Núcleo de Reportagem Gravataense
Confira se Brejinho, Kliper, Amaraji e Jucazinho tem água ou não para abastecer Gravatá
Ainda não votou
Like
Curtir Amei Haha Uau Triste Irritado

Compartilhar no WhatsApp:


Deixe seu comentário

Boa Live Gravata