Caso Meningite: Moradores cobram da Secretária de saúde o laudo médico

138
(Post atualizado em: 4 de abril de 2015)

Os moradores da Rua São Miguel (BAIRRO NOVO) cobram da secretária de saúde “Aglaine Oliveira” o laudo médico da morte do Gravataense MANOEL FIRMINO DA SILVA, 64 anos, que faleceu no Hospital Pelópidas Silveira em Recife após ser transferido do Hospital Doutor Paulo da Veiga Pessoa (HDPVP) com caso de Meningite.

A mãe de um dos jovens que frequentava o estabelecimento da vítima tentou falar com a secretária  de saúde por meio de rede social e a mesma informou que a mãe do jovem procura-se a casa de vigilância Epidemiológica sobre a responsabilidade de Tárcila.

A mãe do jovem cobrou da secretária o laudo médico para que a vizinhança ficasse mais tranquila porque a mesma viu em um site de notícias da cidade uma nota não muito esclarecida contraditória onde deixou a desejar a informação repassada,mais a secretária de saúde respondeu de forma ignorante e desrespeitosa com as seguintes palavras: Já fiz minha parte de esclarecer com as informações verídicas,se há interesse da parte de vocês em ter acesso,vocês que tem que ir,e finalizou com um arrogante “Boa noite”.

A mãe revoltada com a resposta da secretária informou que ia procurar rádios e TVs da região para publicar o caso e ter alguma solução e a resposta da secretária foi: Pode ir,finalizou a conversa bloqueando a mãe do jovem na rede social.

O que deixou os moradores com medo foi o caso dos funcionários do hospital Dr. Paulo Da Veiga Pessoa se alto medicarem contra a doença enquanto a vítima estava lá.

Além da vítima ter ficado reservada em uma sala com portas de vidro já no hospital Pelópidas Silveira e ter todos seus pertences queimados por ordem do médico,a vítima não teve nem funeral foi transferido direto do hospital para o cemitério SANTO AMARO em Gravatá com o caixão completamente lacrado.

Ai resta uma pergunta,se a doença não era contagiosa porque foi feito todo esse procedimento de urgência entre queimar objetos e lacrar o caixão da vítima sem se quer a família se despedir do mesmo?

Na nota enviada pela secretária de saúde o paciente veio a óbito com Meningite Bacteriana (Não transmissível) mais deixou a desejar quando informou que pode haver um agravo “simples” que poderá evoluir para uma Meningite dependendo do tipo de manifestação e condição do paciente.

O paciente faleceu no dia 30 de Março de 2015 e até o momento nada foi feito em pró dos moradores que estão preocupados com este caso e a secretária não mostra interesse em tratar desse assunto.

Nem um dos moradores que tiveram contato com a vítima entre elas crianças,adolescentes e adultos tomaram algum tipo de vacina prevenindo-se contra a doença.

Enquanto isso segue os moradores preocupados e revoltados com a atual secretária de saúde.

Vamos continuar De Olho neste caso.

Direto Da Redação: Gilvan Silva

Caso Meningite: Moradores cobram da Secretária de saúde o laudo médico
Ainda não votou
Like
Curtir Amei Haha Uau Triste Irritado

Compartilhar no WhatsApp:


Boa Live Gravata